Google+

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

História da Maquiagem - muito além da moda

Nos últimos tempos em que andei ausente do blog, estive pesquisando muito para um projeto que estou desenvolvendo e acabei me deparando com coisas muito interessantes sobre a história da maquiagem, que vão muito além deste fenômeno de hoje da relação da mesma com a moda e o tal "dress code".

Desde o período paleolítico, quando o homem começou a se reunir em grupos, surgem os primeiros sinais do uso da pinturas do rosto e corpo, em princípio para diferenciar as hierarquias dentro do grupo, no qual feiticeiros e curandeiros adornavam o corpo com pinturas mágicas.

Mas desde 3000 a.c. os Egípcios já conheciam a maquiagem: batom, maquiagem branqueadora e de luminosidade, maquiagem para reforçar os olhos e sobrancelhas (a base de chumbomalaquita, antimônio, Kohl), blush para corar as bochechas (a partir de produtos vegetais, como pétalas de rosa ou de papoulas; animas, como larva de cochonilha; ou mineral, como argilas, óxido de cobre ou ferro ocre), pós que eram misturados com óleos ou pomadas. Outros pigmentos também eram utilizados para a maquiagem: o azul do óxido de cobre, o amarelo do auripigmento, o preto do carbono, o verde da malaquita e mais numerosas nuances obtidas dos óxidos de cobre ou ferro¹.


Fonte: Google

Em quase todas as civilizações antigas são observados registros do uso dos cosméticos, no Egito, isso ficou muito evidente principalmente por causa da Cleópatra, que além da maquiagem tinha vários rituais de cuidados com a pele. Na Grécia as maquiagens eram mais sóbreas, no entanto os cuidados com a pele do rosto (máscaras de argila, por exemplo) e do corpo se desenvolveram muito nessa região.

Em Roma a maquiagem era até usadas por homens atores. Na China a beleza feminina é diferente e requintada e na sua ideologia procura harmonia, serenidade, higiêne e beleza, através da maquiagem.

No Japão, em ocasiões de convívio social, as mulheres passam uma goma de arroz no rosto que uniformizava a pele, deixando-as iguais, isso permitia que não houvessem conflitos e também demonstrava a extrema capacidade de serem disciplinadas.


Fonte: Google

Na Índia já se pode encontrar uma maquiagem mais colorida e alegre, eles utilizavam o ubtán, é um creme à base de açafrão e henné, para dar cor ao rosto e ao corpo e o altá é um corante vermelho, em creme, para os lábios, que reforça o vermelho do bétel usado como mastigatório.


Fonte: Google

"Mas beleza não é tudo, principalmente nas civilizações orientais , um antigo cânone budista afirma: que a beleza de teu corpo esteja sempre em colóquio com a beleza da tua alma, enaltecendo os valores artísticos do primeiro, à luz dos valores espirituais do segundo²."

E foi na década de 1920, que a maquiagem se popularizou e tomou conta do mundo, foi nessa época, mais precisamente na França que surgiu o termo Maquillage, que significa o conjuntos de cosméticos usados para maquilar-se. Já palavra cosmético vem do grego kosmetikós, que quer dizer "o que serve para ornamentar", decorar, enfeitar.


E aí, o que acharam? Beijo e até a próxima!!! ;)





1. 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Maquilhagem
2. http://makelage.blogspot.com.br/2010/05/breve-historia-da-maquiagem.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário